terça-feira, outubro 13, 2009

A estabilidade governativa não é um fim

O secretário-geral do PCP defendeu hoje que a "estabilidade governativa não é um fim em si mesmo", afirmando que o mais importante são as políticas "no concreto", questão que pretende debater com o primeiro-ministro na quinta-feira.

Jerónimo de Sousa tem razão. Quatro anos de governo de maioria absoluta de José Sócrates demonstraram claramente o que pode valer a estabilidade governativa.

Sem comentários:

Publicar um comentário