sábado, janeiro 07, 2006

Sejamos realistas, exijamos o impossível!

A "sondagem" definitiva é só no dia 22! Até lá temos de fazer tudo — mas tudo mesmo — para evitar o suicídio colectivo que seria a vitória e o regresso do responsável pela delapidação vergonhosa de milhões de euros de fundos comunitários, do responsável moral pela morte de doentes hemofílicos que utilizaram lotes de sangue importado, contaminado com HIV, do responsável moral por centenas de acidentes mortais devidos à "excelência" do traçado e das condições de "segurança" das suas famosas "auto-estradas" (IP3, IP4, IP5), do "mestre" do cassetete e do bastão (até das balas de borracha) no "diálogo" com os trabalhadores, os estudantes, os utentes da Ponte 25 de Abril (lembram-se?), enfim, do "brilhante" governante que, enquanto os nossos parceiros Espanha e Irlanda descolavam, nos deixou a vegetar na cauda da Europa…



Manuel Alegre está em segundo lugar mas isso de nada serviria se Cavaco vencesse à primeira! Não queremos o "prémio de consolação" de ter mais votos que Soares! Temos é de continuar a sonhar — e convencer os milhares de indecisos — que é possível, que é desejável, que é imperioso, obrigar Cavaco a ir à segunda volta! E depois, livrarmo-nos de vez de el-rei Sebastião e eleger Manuel Alegre Presidente de Portugal!

Como diria o Che, "Sejamos realistas, exijamos o impossível!"

2 comentários:

  1. Mas quem é que faz as sondagens? Ora a grande pergunta.

    Um @bração do
    Zecatelhado

    ResponderEliminar
  2. Mas quem é que faz as sondagens? Ora a grande pergunta.

    Um @bração do
    Zecatelhado

    ResponderEliminar