quinta-feira, dezembro 03, 2009

Saramago, homem como nós

Em Caim, mais do que ajustar contas com o Deus caprichoso, vingativo, faccioso, dessa extraordinária obra de ficção que é a Bíblia, José Saramago revela a sua fé inabalável no Homem, com todos os seus inúmeros defeitos, mas também as suas imensas qualidades.


 Foto: José Frade

Mais do que um grande escritor e um Prémio Nobel da Literatura, Saramago é um ser solidário, humano, empenhado. O que escreve, o que diz, o que faz, atestam-no. Permanentemente.

Sem comentários:

Publicar um comentário