segunda-feira, fevereiro 06, 2006

Cuba ajuda, Bush recusa! Claro…

Fidel Castro disponibilizou os serviços médicos e sanitários de Cuba, de reconhecido prestígio mundial, para operar, gratuitamente, à vista, 150.000 cidadãos americanos pobres, durante a iniciativa "Operação Milagre". Até este momento, Cuba já prestou cuidados médicos gratuitos a mais de 175.000 pacientes de 22 países da América Latina, graças aquela operação. O Presidente cubano explicou que está disposto a enviar um avião à Florida para recolher os pacientes e a albergá-los sem qualquer custo em Cuba.




Todavia, Washington não respondeu. Obviamente. A intolerância e cegueira política de Bush leva-o a preferir que os seus cidadãos — ainda para mais, uns pobretanas — possam ficar cegos em vez de aceitar a solidariedade de um "perigoso ditador" comunista. Além do mais, como é que havia de justificar a continuação do miserável bloqueio que os Estados Unidos exercem sobre Cuba há já 44 anos?

Sem comentários:

Publicar um comentário