segunda-feira, maio 16, 2011

O voto desastroso

Mesmo que a percentagem de indecisos e abstencionistas potenciais atinja ainda cerca de 44 por cento, CDU e, mais acentuadamente, Bloco de Esquerda, parecem estar a perder demasiados eleitores para o PS, que ultrapassa já o PSD nas sondagens.


Pensando porventura que, votando desta forma, contribuirão para impedir uma vitória eleitoral da Direita e do PSD, estes eleitores mais não fazem do que escolher o programa comum do PS-PSD-CDS, imposto pelo FMI/BCE, o qual, a ser levado à prática, agravaria a recessão económica, o desemprego, a pobreza e a própria dívida, e, muito provavelmente, empurrar-nos-ia, de resgate em resgate, para o desastre da bancarrota.
Pensam que se trata de um voto útil mas nem sequer inútil o podemos considerar. É, isso sim, um voto desastroso!

Sem comentários:

Publicar um comentário