quinta-feira, dezembro 08, 2005

Portugal Melhor, precisa-se!

A competitividade e a sobrevivência da nossa economia, da qual depende certamente a continuidade de Portugal enquanto nação soberana, só será possível com uma estratégia que privilegie a qualidade e a excelência, e nunca a quantidade e a massificação que caracterizam as economias que recorrem à sobre-exploração dos trabalhadores.
De resto, no debate com Alegre, Cavaco reconheceu ter dado "muita atenção à quantidade" e menos à "qualidade", quando foi primeiro-ministro.
Então porque é que, no slogan da sua campanha, volta a cometer o mesmo erro e a defender um “Portugal Maior”?…

Pois é, senhor professor, o que nós precisamos é de um PORTUGAL MELHOR… com Alegre na Presidência! Claro!…

4 comentários:

  1. Caro Maio,
    Não conhecia o seu blog. Está bom, sim senhor.
    Apareça mais lá pelo Eco e não se acanhe de levar para lá artigos deste blog com as respectivas referências e links.
    Se consultar a página de links do Eco verá que o "Cantigas" já lá consta.
    Um abraço amigo.

    Trakinas.

    ResponderEliminar
  2. caro Maio
    Entrei pela primeira vez na sua pagina, e está muito bem organizada, sim senhor!!
    os meus sinceros parabens e Feliz Natal e que 2006 nos traga a todos um ano com muitas e muitas ALEGRIAS!!
    Ivone Ribeiro

    ResponderEliminar
  3. Wonderful and informative web site. I used information from that site its great. film editing classes

    ResponderEliminar