sábado, junho 02, 2012

O regresso à escravatura

filhos-da-p*ta, ditos economistas (cujos nomes me abstenho de pronunciar para não sujar a boca), que têm a distinta lata de defender que a crise e a competitividade da economia portuguesa só podem ser resolvidas com a redução dos salários dos trabalhadores portugueses, que já são dos mais baixos da Europa!


Por mais que lhes mostrem (vd. Teodora Cardoso) que o problema reside na estrutura de produção e na baixa qualificação (e não no corte dos salários, já de si miseráveis, o que nos levaria para o "terceiro" ou "quarto mundo"), o que aqueles c*brões estão a sugerir é o regresso à escravatura e a uma esmola que se limite a assegurar ao trabalhador/ escravo o mínimo de subsistência.
A Troika, de que eles não passam de meros propagandistas, só pode achar bem! Claro!…

Sem comentários:

Publicar um comentário