terça-feira, junho 12, 2012

O Governo ameaça a Educação

O diploma — Despacho Normativo 13-A/2012 —, publicado a 05 de junho, aliado à criação dos mega-agrupamentos, à revisão curricular, ao aumento de alunos por turma, ao encerramento dos Centros de Novas Oportunidades e a um conjunto de outras medidas vai ser demolidor.
De acordo com os cálculos e simulações já feitas por alguns directores de escolas, no próximo ano letivo seriam extintos cerca de 15 por cento dos horários docentes, mas com a aplicação deste despacho a percentagem daquela extinção ultrapassará os 20 por cento, garante a Fenprof.


Mas os sindicatos, tantas vezes injustamente acusados de nada fazerem, não desarmam e vão tentar travar nos tribunais o despacho de organização do ano escolar, interpondo uma providência cautelar contra a violação da lei pelo Governo. 

Sem comentários:

Publicar um comentário