terça-feira, novembro 17, 2009

A democracia está doente

Portugal caiu este ano três posições, do 32º lugar para a 35ª posição, no ranking da corrupção percepcionada (CPI), num total de 180 países, indica hoje o relatório da Transparency International, relativo a 2009.
Estes dados vêm confirmar a tendência que se tem reforçado desde o início do primeiro governo Sócrates, em 2005, quando Portugal ocupava já a 26ª posição naquela classificação, não constituindo qualquer surpresa para quem quer que seja, tal a sucessão de crimes de colarinho branco que se têm verificado — Freeport, BPN, Face Oculta, só para referir os mais mediáticos.
Com a conivência, o alheamento ou a ingenuidade dos eleitores, o Estado há muito foi assaltado por uma cleptocracia tentacular que sempre consegue escapar-se pelas malhas da Lei que ela própria criou para se proteger.
A democracia portuguesa está gravemente doente. Nós, que contemporizamos com esta vergonha, não ficamos melhor.

Sem comentários:

Publicar um comentário