sexta-feira, fevereiro 23, 2007

Carta ao Zeca

(com as palavras que ele nos deixou)

Tu querias que esta fosse
uma terra da fraternidade,
uma cidade
sem muros nem ameias,
com gente igual por dentro
e gente igual por fora.
Mas tu sabias
como era a lei,
nesta terra em que
quem trepa
no coqueiro
é o rei,
nesta terra em que
eles comem tudo,
comem sempre tudo
e não deixam nada.
Por isso nos chamavas:
Venham mais cinco!
Traz outro amigo também!
E cada um de nós respondia-te,
silenciosamente:
A gente ajuda,
havemos de ser mais,
eu bem sei…

Partiste
faz hoje 20 anos,
mas parece que foi ontem.
Parecerá sempre que foi ontem,
porque as tuas palavras, as tuas canções, o teu exemplo,
continuam connosco,
a dizer-nos que
o que faz falta é avisar a malta,
porque o pão que muitos comem ainda sabe a merda,
porque continua a haver infância que nunca teve infância,
Porque ainda há homens que dormem na valeta.

Que a voz não te esmoreça, vamos lutar, dizias.
É isso que continuaremos a fazer.
Enquanto há força!

6 comentários:

  1. Zeca Afonso nunca poderá deixar de ser escutado. Seus poemas são verdadeiras inquietações sociais. Abraço

    ResponderEliminar
  2. ARISTIDES DUARTE24/2/07 19:52

    O grande José Afonso...
    A falta que ele faz para denunciar estes novos "vampiros" que estão obcecados pelo défice e, por isso, vão acabando com urgências, maternidades, escolas, etc. Para construirem as suas OTAS e TGV's. Mas esses não se libertarão da lei da morte. José Afonso já se libertou dessa lei e voltará a ser descoberto pelos novos "filhos da madrugada".

    ResponderEliminar
  3. Um EXCELENTE poema.

    ....................e claro, ZECA foi........é............e será SEMPRE ZECA.

    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
  4. Não foi deus
    Não é santo, nem estátua.
    É a voz que ecoa nas nossas cabeças para nos deixar desassocegados.
    "se alguém houver que não queira, trá-lo contigo também"
    "...mudem de rumo, mudem de rumo!!!!"
    VIVA O 25 DE ABRIL!

    ResponderEliminar
  5. Grandes palavras de e para um grande homem - Zeca!
    Palavras que estão tão actuais nos dias que correm!

    ResponderEliminar
  6. desiludida7/3/10 19:34

    o que faz falta é animar a malta!
    o que faz falta é dar poder à malta,
    o que faz falta, é alertar consciências!
    afinal progredimos ou regredimos?
    é preciso continuar a luta!..

    Desiludida

    ResponderEliminar