quinta-feira, outubro 11, 2012

Marx estava certo

A agressão dirigida a pessoas no poder pode aumentar, tal como os suicídios, revela a psiquiatria.
O segundo aspecto cremos que é uma dramática consequência da competição, da pressão e do stress a que a vida moderna e o sistema em que a mesma se insere submetem os indivíduos.
Já o primeiro não é senão fruto do sentimento de revolta que se apodera da maioria da sociedade, quando finalmente descobre que o poder estabelecido defende os interesses de uma minoria, em vez de prosseguir o bem comum, como propagandeia.


Ou seja, a luta de classes está viva. Porque este sistema iníquo e imoral enriquece cada vez mais uma minoria de exploradores à custa do empobrecimento cada vez maior e mais generalizado da população. Porque a maioria da sociedade já não acredita (ou tem imensas dificuldades de acreditar) num sistema em que "a liberdade de eleição permite apenas escolher o molho com que seremos devorados."  Porque a minoria que detém o poder e os privilégios nunca deles abdicará, voluntária e pacificamente, em prol duma sociedade mais justa e igualitária. Há 150 anos, Marx estava certo.

Sem comentários:

Publicar um comentário