quarta-feira, outubro 24, 2012

Agarrem-me que vou vomitar!

Em Portugal, o subsídio de desemprego é dos mais baixos da Europa, constituindo um grave problema para centenas de milhares de pessoas, grande parte das quais obrigada a sobreviver abaixo do limiar da pobreza.


Mas não para este governo, que há dias, numa jogada de propaganda, admitiu vir a pedir uma autorização legislativa para taxar as transacções financeiras — no dia de S. Nunca, é claro! —, mas agora manifesta a intenção de cortar 10 por cento nas magras prestações que os desempregados recebem. É esta a noção de equidade de uma corja de malfeitores cuja imaginação não tem limites quando se trata de desgraçar a vida não apenas de quem trabalha mas até quem nem sequer essa possibilidade tem. Agarrem-me que vou vomitar!

Sem comentários:

Publicar um comentário