domingo, janeiro 08, 2012

O Titanic

Em 2012, o serviço da dívida das maiores economias do mundo (os países do G7 mais a China, a Índia, o Brasil e a Rússia), deve atingir qualquer coisa como 8,3 biliões de dólares, dos quais 700.000 milhões são só de juros. No entanto, enquanto à banca o dinheiro é emprestado a 0,25% (pela Reserva Federal dos EUA) ou a 1% (pelo BCE), os governos são obrigados a suportar custos financeiros que podem ir dos 7%, como acontece no caso italiano, aos 50%, como se passa na Grécia! Esta usura criminosa obrigará a refinanciar boa parte da dívida, num momento em que a economia mundial começa uma nova e perigosa desaceleração. fonte: esquerda.net
Afinal, ao contrário do que nos pretendem fazer crer, a crise das dívidas soberanas não é apenas um problema dos PIIGS "esbanjadores"! A verdade é que o sistema capitalista, (do)minado pelos "mercados financeiros" e pela "economia de casino", é um Titanic à deriva que, por este navegar, dificilmente se manterá à tona.

Sem comentários:

Publicar um comentário