quinta-feira, janeiro 13, 2011

O d. sebastião

Apesar ter estado quinze anos no poleiro e ter grossas responsabilidades nas oportunidades que o país perdeu e na difícil situação em que se encontra, Cavaco Silva passa a vida a lavar as mãos e a dizer que não é político, ao mesmo tempo que acena o espantalho da crise para que o povo o veja como um d. sebastião, um homem-providência, um santo milagreiro.


Fernando Nobre acusa-o de "estimular o medo" ao falar na hipótese de ocorrer, a prazo, uma crise política. Eu acho que Cavaco mete medo! E não é apenas pelas suas assustadoras carantonhas!


Sem comentários:

Publicar um comentário