quarta-feira, maio 19, 2010

O cadáver

Não é só na área do euro que os investidores podem ter más surpresas. A possibilidade de se verificarem problemas noutros países é enorme. A volatilidade nos mercados da dívida pública vai manter-se elevada e os riscos continuam presentes. Japão, Irlanda, Reino Unido, Espanha, Estados Unidos e, em menor medida, a França são os países desenvolvidos que enfrentam os maiores desafios de consolidação orçamental no médio prazo.
Não estou a ser alarmista. É a agência de notação financeira Fitch que o afirma.
Eu limito-me a concluir, angustiado, que este sistema económico e financeiro está putrefacto. Mas, enquanto uma minoria de criminosos sem escrúpulos continua a alimentar-se do seu cadáver, os (ir)responsáveis recusam-se a admitir esta crua e perigosa realidade. Um dia destes, quando caírem na real, pode já ser tarde!

Sem comentários:

Publicar um comentário