domingo, setembro 02, 2012

A corrupção vai acabar!

Em 2005, Portugal estava no 26.º lugar da classificação do Índice de Percepção da Corrupção (IPC), o que já não era propriamente brilhante. Em 2011, afundava para o 32.º lugar, ao lado de países exemplares como o Botswana e Taiwan, o que deixa perceber que a corrupção ter-se-á agravado.
Apesar desta evidência, a Procuradora-geral Adjunta, Cândida Almeida, na Universidade de Verão do PSD, “disse olhos nos olhos que o nosso país não é corrupto, os nossos políticos não são corruptos, os nossos dirigentes não são corruptos”, tendo sido vibrantemente aplaudida pelos presentes no que foi, seguramente, música para os ouvidos de alguns figurões da nossa praça.


Deve ser por isso que, ao fim de tantos anos de supostas investigações e processos (Freeport, Operação Furacão, Caso BCP, Caso BPN, Face Oculta, só para citar os mais mediáticos), ainda ninguém foi posto atrás das grades!…
Uma coisa é certa, se a senhora for nomeada Procuradora-Geral da República, então sim, a corrupção acabará definitivamente neste país, mesmo que Portugal caia para o 50.º lugar do IPC e fique ao lado do Rwanda!…  

Sem comentários:

Publicar um comentário