quinta-feira, setembro 06, 2012

República de bananas

Portugal já chegou ao limite da carga fiscal. Isso explica que, apesar do aumento de todos os impostos, com uma economia mergulhada na recessão e uma população cada vez mais empobrecida e desempregada, a receita esteja em queda em vez de aumentar.
Pois apesar da dramática evidência de que esta política só nos pode arrastar para um abismo sem fundo, o Primeiro-ministro, eleito com os votos de pouco mais de um quinto dos eleitores, acha que ainda não fodeu completamente o país e a vida dos portugueses e prepara-se para massacra-los novamente com mais uma subida de impostos.


Muito pior que o pior dos ladrões e dos criminosos, Passos Coelho é um completo e perigoso irresponsável. Só o seu afastamento e o fim da sua política liquidatária e suicidária poderiam devolver a esperança ao nosso país. Mas para isso seria preciso que esta república de bananas governada por sacanas tivesse um Presidente. Ou um Povo.

Sem comentários:

Publicar um comentário