segunda-feira, fevereiro 08, 2010

Corrupção, coisa de "pouca monta"

Um comunicado do Ministério das Obras Públicas refere textualmente que "vinte e duas das entidades tuteladas pelo Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações nunca se relacionaram com empresas do 'Grupo Godinho', sete relacionaram-se dentro dos parâmetros legais e em cumprimento dos procedimentos contratuais, e apenas em cinco casos foram detectadas irregularidades nos procedimentos".
Com efeito, a Inspecção-Geral de Obras Públicas apenas detectou irregularidades nas relações das empresas Estradas de Portugal, Metropolitano de Lisboa, Refer, Transtejo e CP com empresas do sucateiro de Ovar. Coisa de pouca monta, como se vê. Podemos ficar descansados.

Os vampiros, Baladas de Coimbra (1963), José Afonso

Sem comentários:

Publicar um comentário