quarta-feira, março 15, 2006

Portugal, o cavaquistão


Depois da eleição de um "hiato histórico" para a Presidência da República, nunca achei (tampouco aceitei) que Cavaco viesse a ser o "Presidente de todos os portugueses" (meu não será, seguramente). Mas, se dúvidas ainda restassem, elas dissiparam-se agora por completo com a divulgação dos cinco elementos cuja nomeação para o Conselho de Estado é da sua competência. São eles: Marcelo Rebelo de Sousa, Manuela Ferreira Leite, João Lobo Antunes, Manuel Dias Loureiro, do PSD, e Miguel Anacoreta Correia, do CDS-PP.
Se lhes juntarmos Alberto João Jardim, Ramalho Eanes e… José Sócrates, só ficarão a destoar da maioria cavaquista, Mário Soares, Jorge Sampaio, Jaime Gama e Carlos César.
Será que, como escreve o JT, parafraseando Chico Buarque, esta terra ainda vai tornar-se um imenso "cavaquistão"?

4 comentários:

  1. foda-se! espero que não…

    ResponderEliminar
  2. Cavaco?

    Dos candidatos disponíveis - e à excepção do ilustríssimo Dr. Garcia Pereira em quem votei - era o menos partidário.
    Assim sendo, e por ser homem com perfil para colocar alguma ordem nisto, espero que saiba distinguir os imteresses de Portugal dos interesses do seu partido, coisa que Sampaio não conseguiu fazer.
    Agora que está eleito desejo ao Professor Cavaco Silva um mandato bem activo a bem de Portugal e dos Portugueses, e...
    ...que não faça como os outros políticos profissionais deixando-se ficar calado no primeiro mandato.
    Pois.

    ResponderEliminar
  3. Arrependido das Legislativas4/5/06 07:17

    Os gajos, ditos de esquerda, continuam a destilar sumo de laranja.
    Cavaco é muito mais de esquerda do que tu e todos os "socratinos" juntos.
    De todos os candidatos e tirando o Manuel Alegre me dirás qul deles te oferecia melhores garantias de poder ser o Presidente de todos os portugueses.
    O tempo já o demonstrou o futuro o irá comprovar.
    Penso que nesta altura já estarás curado no entanto é bom que não pares com a medicamentação por causa das recaídas.

    ResponderEliminar