quarta-feira, outubro 02, 2013

A culpa não morrerá solteira

Passos Coelho não assume derrota pessoal nas autárquicas. E volta a pressionar o Tribunal Constitucional.

A culpa do descalabro a que estamos a ser conduzidos não é dele, portanto. Nem do seu descabelado "governo", da sua criminosa política, da sua cúmplice maioria parlamentar. Nem sequer da assombração que preside à República.

A "culpa" é da "ingratidão" dos portugueses, que estão fartos da roubalheira da austeridade (só 2 por cento
, claro, a apoiam!!!), da Constituição, que é um "empecilho", do Tribunal Constitucional, que insiste em lembrar-lhe que ainda estamos num Estado de direito.

Desta vez, a culpa não morrerá solteira, espero.

Sem comentários:

Publicar um comentário