terça-feira, junho 28, 2011

É para eles que governam!

Para os políticos, economistas e comentadores do regime, são sempre os trabalhadores os culpados da baixa competitividade das empresas portuguesas. "Esquecem" convenientemente que a produtividade não depende apenas do trabalho mas de outros factores. E a verdade é que, enquanto os salários são dos mais baixos da Europa, os ordenados e prémios dos gestores e administradores situam-se  muito acima da média europeia, o mesmo acontecendo com os custos energéticos e financeiros. Nem sequer é sério afirmar-se que a baixa produtividade se deve a um suposto défice de formação profissional: os nossos trabalhadores têm, apesar de tudo, uma escolaridade média superior à dos patrões e, quando emigram, provam ser tão produtivos como os seus colegas de outros países



Mas este é o discurso e a "verdade" do sistema. Por isso, desta vez, como não podem reduzir os já de si miseráveis salários, vão cortar drasticamente a famigerada taxa social única, corte que, para evitar um perigoso buraco na segurança social, será compensado com o agravamento do IVA (designadamente sobre muitos produtos essenciais). É mais fácil. Nos grandes interesses não tocam. É para eles que governam!
 

Sem comentários:

Publicar um comentário